Biodiversidade | Fauna | Aves

Guarda-rios
Foto: Wikimedia Commons
< >

NOME CIENTÍFICO Alcedo atthis

CURIOSIDADES

O guarda-rios é uma ave com diversos nomes comuns entre os quais: chasco-de-rego, espreita-marés, freirinha, juiz-do-rio, martinho-pescador, passa-rios, pica-peixe, piçorelho, pisco-ribeiro, rei-do-mar, etc.

Distribuição

Esta ave pode ser encontrada na Europa, Nova Guiné, África, Ásia e América do Norte.

Em Portugal ocorre todo o ano, podendo ver avistado com mais frequência em zonas litorais e pouco montanhosas.

Estatuto de conservação

Nacional: LC (Pouco preocupante).

Espanha: NT (Quase ameaçado).

Global (IUCN): LC (Pouco preocupante).

SPEC (BirdLife International 2004): 3 (Espécie com estatuto de conservação desfavorável, não concentrada na Europa).

Directiva Aves: Anexo I.

Convenção de Berna: Anexo II.

CARACTERÍSTICAS

Descrição

Ordem: Coraciiformes | Família: Alcedinidae

O guarda-rios é uma ave pequena, tem as patas curtas vermelhas-claras, cabeça grande e um bico longo e preto.

A coroa e asas apresentam uma coloração azul-esverdeada, dorso e cauda num tom de azul vivo, as partes inferiores e as faces exibem uma cor alaranjada acastanhada e a garganta é branca.

Os juvenis apresentam semelhanças com os adultos mas as cores são mais baças, esverdeadas e as patas são acinzentadas.

Dimensões

É uma ave de pequenas dimensões com cerca de 17 a 19 cm de comprimento, incluindo o bico.

Comportamento

O guarda-rios habita uma grande variedade de massas de água doce, salobra e até salgada, como rios, ribeiros, lagos, charcos, lagoas costeiras, albufeiras, estuários, pauis, valas de irrigação, salinas, arrozais, pisciculturas e barragens.

Ciclo de Vida

A época de reprodução do guarda-rios ocorre entre Abril e Julho, junto a cursos de água calmas, de dimensão média e pequena, com abundância em alimento e com terreno adequado à construção do ninho.

Para evitar predadores, o nicho onde são depositados cerca de 3 a 8 ovos brancos e criados os juvenis, consiste num túnel com alguns metros de profundidade escavado em taludes e barrancos arenosos próximos das margens. No final do túnel existe câmara com um amontoado de espinhas de peixe.

Alimentação

O guarda-rios inclui na sua dieta peixes de água doce e marinhos, insectos aquáticos, crustáceos e por vezes, insectos terrestres e anfíbios.